Glúteo

GLUTEOPLASTIA (prótese de glúteo)

INDICAÇÃO
A Gluteoplastia é uma cirurgia plástica cuja finalidade é aumentar o volume das nádegas através do implante de próteses de silicone dentro dos glúteos. É indicada para paciente que queiram aumentar e remodelar seus glúteos, especialmente se eles são baixos e pequenos. Esse procedimento tem tido procura cada vez mais crescente, em virtude dos bons resultados que apresenta.

A CIRURGIA
• Utiliza-se tanto a anestesia peridural (localizada), como a anestesia geral, que é mais comum nesse tipo de procedimento.
• A cirurgia pode durar 2 horas.
• A internação obedece ao período de 24 horas.
• A recuperação se dá entre 10 e 20 dias após a cirurgia.

CICATRIZAÇÃO
Na Gluteoplastia a cicatriz fica bastante disfarçada, dentro do sulco das nádegas, e segue uma evolução que passa por três períodos: no primeiro, que vai o 30º dia após a cirurgia, a cicatriz se mostra pouco visível, em alguns casos apresentam uma leve reação aos pontos ou ao curativo. No segundo período, que vai do fim do 1º ao 12º mês depois de realizada, a cicatrização apresenta mudança de cor, do escuro para o vermelho até clarear. O processo de clareamento natural estará completamente feito do 12º ao 24º mês, quando atinge seu aspecto definitivo.

RESULTADOS ESPERADOS
O procedimento deve obedecer a um planejamento cirúrgico individualizado; o médico e a paciente deverão entrar em acordo quanto ao volume a ser implantado: a harmonia entre o volume ideal e o tamanho da bacia da paciente tem que ser preservado para um melhor resultado estético. Após a cirurgia, os resultados no primeiro mês ainda são pouco visíveis; por volta do 3º mês a forma definitiva dos glúteos começa a ser percebida, apesar do inchaço e da evolução da cicatriz. Por volta de um ano, a nádega encontra seu aspecto definitivo. O equilíbrio entre o volume da prótese e sua adequação à pele da paciente irá variar de caso a caso.

RISCOS
Os riscos variam e podem gerar problemas em maior ou menor grau dependendo de cada paciente. A avaliação correta de um profissional especializado irá reduzir ao mínimo as possibilidades de complicações antes, durante e depois da cirurgia. O perigo mais comum é em relação a rejeição das próteses, o que é raro ocorrer, especialmente com as fabricadas atualmente, que pode durar até 20 anos.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.
• Evitar medicamentos não recomendados pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Evitar esforços e movimentos exagerados nos 30 primeiros dias.
• Obedecer todas as instruções médicas quanto à alimentação e atividades.
• Não se expor ao sol, calor, vento ou frio durante 10 dias.
• Evitar sentar direto em cima das próteses.
• Dormir de bruços durante os primeiros dias após a cirurgia.

DERMOABRASÃO (cirurgia para correção de irregularidades na pele)

INDICAÇÃO
Esta cirurgia é indicada para pessoas que queiram melhorar a aparência da pele da face ou no corpo, com cicatrizes de acidentes ou de cirurgias prévias, com manchas e marcas do envelhecimento (rugas superficiais ou profundas) ou cicatrizes provocadas por acne; ela é indicada ainda para pacientes que tem que remover tatuagens.

O procedimento realiza uma raspagem da pele, removendo suas camadas superficiais através de um dermoabrasor, que é um aparelho rotatório com um disco abrasivo. Esta cirurgia pode ser feita sozinha ou, conjuntamente, com outros procedimentos como facelift ou peeling químico.

CICATRIZAÇÃO
A cicatrização neste tipo de procedimento cirúrgico é relativamente rápida, normalmente a pele cicatriza por volta de um período de 10 dias – recomenda-se o uso de pomadas ou emolientes para acelerar o processo.

RESULTADOS ESPERADOS
Os resultados obtidos com a cirurgia de dermoabrasão irão depender da condição inicial de cada paciente. É importante discutir com seu médico a situação do seu estado geral antes da cirurgia, a avaliação dele é essencial. O resultado final do procedimento pode ser mais bem visto entre 6 e 12 meses, mas em alguns casos novas aplicações podem ser necessárias.

A CIRURGIA
Este procedimento é realizado sob anestesia local e sedação, mas também pode ser utilizada a anestesia geral, caso seja solicitado pelo cirurgião. A cirurgia é feita em consultório que tenha ambiente adequado ou hospital e dependendo do estado do paciente, a alta hospitalar pode ser dada logo após a sua realização.

RISCOS
A dermoabrasão, assim como a maioria das cirurgias plásticas, é um procedimento seguro quando realizado por um médico competente. Os riscos sempre existirão, mas são raros. O mais comum é alteração na pigmentação da pele, que pode escurecer permanentemente devido à exposição inapropriada ao sol nos dias ou meses seguinte à cirurgia. Infecção e cicatrizes podem acontecer, mas a sua ocorrência é mínima.
Os riscos podem ser reduzidos se o tratamento for feito com um cirurgião plástico qualificado e se as orientações dadas por ele forem corretamente seguidas.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Fazer avaliação geral do seu estado de saúde.
• Fazer todos os exames solicitados pelo médico.
• Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar durante pelo menos duas semanas (uma antes e uma depois da cirurgia).

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Seguir as recomendações de seu médico.
• Evitar comer e falar em excesso.
• Utilizar pomadas para diminuir a coceira no rosto.
• Para os homens, recomenda-se adiar o primeiro barbear do rosto após a cirurgia.

INJEÇÃO/ENXERTO DE GORDURA

INDICAÇÃO
Esse procedimento tem como objetivo remover gordura do próprio paciente para reimplante desta, após preparação, em local desejado. Pode ser extraída gordura de várias partes do corpo tais como abdômen, culotes e dorso, etc. (inclusive aproveitando a gordura retirada pela lipoaspiração), para ser injetada em diversas áreas do corpo como rosto, nas nádegas, mamas, braços, pernas, etc.

No rosto, as injeções ajudam a eliminar linhas finas e rugas ou podem promover um aumento de volume em determinada região da face desejada, dando ao paciente uma aparência mais jovem.

Nas nádegas a injeção de gordura aproveitada pela lipo pode ser injetada para aumento de volume dessa região. Nas mamas, para aumento de volume em substituição a um implante de silicone ou então para correção de irregularidades e depressões causadas pelo tratamento radioterápico do câncer de mama.

Outras indicações: O enxerto de gordura também tem outras indicações, tais como: corrigir as depressões ou irregularidades causadas por excessos nas lipoaspirações; promover preenchimento em mãos esqueletizadas pelo envelhecimento ou emagrecimento acentuado. Essa gordura retirada necessita ser preparada, através de centrifugação ou decantação prolongada, para que sejam retirados os óleos sobrenadantes e reaproveitada numa reinjeção.

As chances de rejeição da gordura não existem já que ela é retirada do próprio corpo do paciente, porém pode haver pequena perda de gordura causada pela adaptação no novo local.

Atualmente não existem limites para o reaproveitamento da gordura do próprio paciente, já que são consideradas fornecedoras de células tronco para uso em outros tecidos do corpo, sendo inclusive armazenadas e estocadas por congelamento para uso no futuro.

A CIRURGIA
• Utiliza-se tanto a anestesia localizada como a anestesia geral.
• A cirurgia pode durar de 2 a 4 horas.
• Sem necessidade de internação longa, somente repouso por pouco tempo.

CICATRIZAÇÃO
Cicatrização rápida e sem grandes complicações.

RESULTADOS ESPERADOS
O pós-operatório é bem simples, pois tem poucos pontos de sutura, somente nos locais onde foi injetada. Isto para evitar perda de gordura por extravasamento e o paciente já sai do consultório com o resultado desejado, apenas um pouco inchado. Em poucos dias os resultados já serão visíveis.

RISCOS
O risco mais comum, porém muito raro, deste procedimento cirúrgico é infecção. Outras complicações são menos frequentes, como reabsorção parcial da gordura pelo corpo e problemas relacionados com a anestesia.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.
• Evitar medicamentos não recomendados pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Seguir rigorosamente todas as recomendações médicas quanto à medicamentos.
• Evitar exposição ao sol, especialmente na área submetida a retirada ou enxertia de gordura.