Facial

BLEFAROPLASTIA (cirurgia de pálpebras)

INDICAÇÃO
A cirurgia de pálpebra é indicada para pessoas com flacidez de pele e rugas em volta dos olhos, ocasionada tanto por envelhecimento, quanto por exposição ao sol. Ela remove o excesso de pele flácida das pálpebras superiores e inferiores e ocasionais rugas nos cantos dos olhos, além de retirar gorduras em bolsas localizadas nas pálpebras superiores e inferiores.

CICATRIZAÇÃO
Por ser muito fina a pele da pálpebra, a cicatrização inicial, após a cirurgia, pode apresentar inchaço, irritação, olhos secos ou hematomas e desconforto que podem ser controlados com medicamentos, compressas frias e pomada. Em compensação, após o período inicial, as cicatrizes ficam completamente disfarçadas nos sulcos da pele. Esse processo dura mais ou menos 3 meses.

RESULTADOS ESPERADOS
Os resultados aparecerão dentro de algumas semanas. Após 8 dias da cirurgia 25% do resultado pretendido já pode ser percebido, de 2 a 3 semanas essa porcentagem aumenta consideravelmente. A partir do 3º mês, os resultados já serão visíveis. Dentro de um ano, mais ou menos, tudo estará como almejado. Importante lembrar que a cirurgia de pálpebras corrige algumas falhas e defeitos causados ao longo do tempo, devido ao envelhecimento natural ou de exposição excessiva ao sol, portanto, para ajudar a manter os resultados da cirurgia recomenda-se cuidar bem da pele, com as proteções devidas.

A CIRURGIA
• Pode-se utilizar a anestesia localizada ou anestesia geral.
• A cirurgia pode durar de 01h30min a 2h.
• A internação obedece ao período de 4 a 8 horas (anestesia local) ou 24 horas (anestesia geral).
• A retirada dos pontos pode ser feita entre o 3º e o 5º dia após a cirurgia.

RISCOS
Os riscos variam e podem acontecer em maior ou menor grau: As complicações relativas a essa cirurgia são: ardor nos olhos por causa do ajustamento das pálpebras, secura nos olhos, arroxeados em volta deles, hematomas e edemas ao redor dos olhos, e infecção. Raramente acontece, mas é melhor está prevenido.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
Comparecer ao local da cirurgia no horário previsto na sua guia de internação.
Comunicar qualquer anormalidade que possa lhe ocorrer, quanto ao seu estado geral até a véspera da internação.
Caso se interne no mesmo dia da cirurgia, venha em jejum.
Realizar todos os exames pedidos pelo menos 20 dias antes da cirurgia.
Não fazer maquiagem no dia da internação.
Trazer óculos escuros.
Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato cirúrgico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
Utilizar pomadas para aliviar o ardor.
Usar colírios para umedecer os olhos quando estiverem muito secos.
Utilizar antibióticos receitados pelo médico.
Fazer drenagens linfáticas.
Colocar compressas de gelo por 24h a 48h.

CORREÇÃO DE CICATRIZES

INDICAÇÃO
A cirurgia plástica para correção de cicatriz indicada para todos aqueles pacientes que se sentem incomodados com marcas no corpo de diversas origens. Ela serve para melhorar a condição ou a aparência de uma cicatriz em qualquer parte do corpo. É uma cirurgia de caráter extremamente individual e em alguns casos deve ter acompanhamento psicológico. O tipo de cicatriz que o paciente tem irá determinar as técnicas adequadas que o cirurgião plástico irá usar para suavizá-la.

CICATRIZAÇÃO
A fase inicial de cicatrização pode apresentar inchaço localizado, descoloração ou desconforto e pode levar até 2 semanas. A cicatrização continuará por várias semanas, podendo chegar a meses.

RESULTADOS ESPERADOS
Os resultados finais da cirurgia de correção de cicatriz podem levar vários meses para se tornarem visíveis e, em alguns casos, pode levar um ano para a nova cicatriz “amadurecer” completamente. Não há garantia, entretanto, que os resultados serão exatamente como os almejados pelo paciente, pois em alguns casos novas cirurgias poderão serão ser necessárias. Tudo dependerá do tipo de cicatriz a ser corrigida e de cada paciente.

A CIRURGIA
A cirurgia vai depender do tipo de cicatriz para que se possa planejar a melhor técnica para corrigi-la. Consequentemente a anestesia também vai depender da avaliação da cicatriz, da sua extensão e do seu posicionamento, podendo ser realizada com local e sedação ou então anestesia geral. Normalmente o paciente é liberado poucas horas depois da realização do procedimento.

RISCOS
Os riscos são os mesmos de quase todas as cirurgias plásticas. Assim sendo, o paciente em conjunto com o seu médico deve avaliá-los com cuidado. Em geral a cirurgia para correção de cicatriz pode causar sangramento (hematoma), acúmulo de líquido (seroma), infecção, necrose (perda da vitalidade) da pele, dor, dormência ou demais alterações de sensibilidade da pele, etc.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Fazer exames de laboratório ou avaliação médica.<
• Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais, de acordo com a orientação médica.
• Parar de fumar bem antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Seguir as recomendações de seu médico.
• Evitar a exposição ao sol.
• Não fazer força excessiva e nem movimentos bruscos logo após a cirurgia.

DERMOABRASÃO (cirurgia para correção de irregularidades na pele)

INDICAÇÃO
Esta cirurgia é indicada para pessoas que queiram melhorar a aparência da pele da face ou no corpo, com cicatrizes de acidentes ou de cirurgias prévias, com manchas e marcas do envelhecimento (rugas superficiais ou profundas) ou cicatrizes provocadas por acne; ela é indicada ainda para pacientes que tem que remover tatuagens.

O procedimento realiza uma raspagem da pele, removendo suas camadas superficiais através de um dermoabrasor, que é um aparelho rotatório com um disco abrasivo. Esta cirurgia pode ser feita sozinha ou, conjuntamente, com outros procedimentos como facelift ou peeling químico.

CICATRIZAÇÃO
A cicatrização neste tipo de procedimento cirúrgico é relativamente rápida, normalmente a pele cicatriza por volta de um período de 10 dias – recomenda-se o uso de pomadas ou emolientes para acelerar o processo.

RESULTADOS ESPERADOS
Os resultados obtidos com a cirurgia de dermoabrasão irão depender da condição inicial de cada paciente. É importante discutir com seu médico a situação do seu estado geral antes da cirurgia, a avaliação dele é essencial. O resultado final do procedimento pode ser mais bem visto entre 6 e 12 meses, mas em alguns casos novas aplicações podem ser necessárias.

A CIRURGIA
Este procedimento é realizado sob anestesia local e sedação, mas também pode ser utilizada a anestesia geral, caso seja solicitado pelo cirurgião. A cirurgia é feita em consultório que tenha ambiente adequado ou hospital e dependendo do estado do paciente, a alta hospitalar pode ser dada logo após a sua realização.

RISCOS
A dermoabrasão, assim como a maioria das cirurgias plásticas, é um procedimento seguro quando realizado por um médico competente. Os riscos sempre existirão, mas são raros. O mais comum é alteração na pigmentação da pele, que pode escurecer permanentemente devido à exposição inapropriada ao sol nos dias ou meses seguinte à cirurgia. Infecção e cicatrizes podem acontecer, mas a sua ocorrência é mínima.
Os riscos podem ser reduzidos se o tratamento for feito com um cirurgião plástico qualificado e se as orientações dadas por ele forem corretamente seguidas.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Fazer avaliação geral do seu estado de saúde.
• Fazer todos os exames solicitados pelo médico.
• Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar durante pelo menos duas semanas (uma antes e uma depois da cirurgia).

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Seguir as recomendações de seu médico.
• Evitar comer e falar em excesso.
• Utilizar pomadas para diminuir a coceira no rosto.
• Para os homens, recomenda-se adiar o primeiro barbear do rosto após a cirurgia.

INJEÇÃO/ENXERTO DE GORDURA

INDICAÇÃO
Esse procedimento tem como objetivo remover gordura do próprio paciente para reimplante desta, após preparação, em local desejado. Pode ser extraída gordura de várias partes do corpo tais como abdômen, culotes e dorso, etc. (inclusive aproveitando a gordura retirada pela lipoaspiração), para ser injetada em diversas áreas do corpo como rosto, nas nádegas, mamas, etc.
No rosto, as injeções ajudam a eliminar linhas finas e rugas ou podem promover um aumento de volume em determinada região da face desejada, dando ao paciente uma aparência mais jovem.
Nas nádegas a injeção de gordura aproveitada pela lipo pode ser injetada para aumento de volume dessa região.
Nas mamas, para aumento de volume em substituição a um implante de silicone ou então para correção de irregularidades e depressões causadas pelo tratamento radioterápico do câncer de mama.

Outras indicações:
O enxerto de gordura também tem outras indicações, tais como: corrigir as depressões ou irregularidades causadas por excessos nas lipoaspirações; promover preenchimento em mãos esqueletizadas pelo envelhecimento ou emagrecimento acentuado.
Essa gordura retirada necessita ser preparada, através de centrifugação ou decantação prolongada, para que sejam retirados os óleos sobrenadantes e reaproveitada numa reinjeção.
As chances de rejeição da gordura não existem já que ela é retirada do próprio corpo do paciente, porém pode haver pequena perda de gordura causada pela adaptação no novo local.
Atualmente não existem limites para o reaproveitamento da gordura do próprio paciente, já que são consideradas fornecedoras de células tronco para uso em outros tecidos do corpo, sendo inclusive armazenadas e estocadas por congelamento para uso no futuro.

A CIRURGIA
• Utiliza-se tanto a anestesia localizada como a anestesia geral.
• A cirurgia pode durar de 2 a 4 horas.
• Sem necessidade de internação longa, somente repouso por pouco tempo.

CICATRIZAÇÃO
Cicatrização rápida e sem grandes complicações.

RESULTADOS ESPERADOS
O pós-operatório é bem simples, pois tem poucos pontos de sutura, somente nos locais onde foi injetada. Isto para evitar perda de gordura por extravasamento e o paciente já sai do consultório com o resultado desejado, apenas um pouco inchado. Em poucos dias os resultados já serão visíveis.

RISCOS
O risco mais comum, porém muito raro, deste procedimento cirúrgico é infecção. Outras complicações são menos frequentes, como reabsorção parcial da gordura pelo corpo e problemas relacionados com a anestesia.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.
• Evitar medicamentos não recomendados pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Seguir rigorosamente todas as recomendações médicas quanto à medicamentos.
• Evitar exposição ao sol, especialmente na área submetida a retirada ou enxertia de gordura.

LIFTING FACIAL (cirurgia de rejuvenescimento facial)

INDICAÇÃO
Indicada para corrigir insatisfações com as rugas decorrentes do envelhecimento natural ou precoce. Importante frisar que esta cirurgia não interromperá ou retrocederá o envelhecimento, que é um processo inevitável do tempo. Ela objetiva apenas melhorar aspectos específicos estéticos da face como flacidez, rugas, sulcos, etc.

CICATRIZAÇÃO
As cicatrizes serão permanentes, apesar de irem se tornando cada vez menos visíveis com o decorrer do tempo. Enquanto isto não ocorre, recursos cosméticos como a maquiagem e penteados adequados disfarçam perfeitamente o inconveniente criado pelas cicatrizes recentes. Cada paciente tem processo de cicatrização diferente do outro, alguns podem sentir mais coceiras, ardor ou insensibilidade poderão ocorrer com maior frequência sobre as cicatrizes em um ou outro. Isto, porém, será temporário e tende a desaparecer.

RESULTADOS ESPERADOS
Os resultados são visíveis, o rejuvenescimento é aparente. Há o retardamento dos sinais de envelhecimento na face, pescoço e pálpebras. Em alguns casos, porém, serão necessários retoques após certo tempo. É importante novamente lembrar que a cirurgia não interrompe o processo de envelhecimento natural do corpo.

RISCOS
A cirurgia de rejuvenescimento raramente tem complicações sérias. Mas se ocorrerem, a possibilidade de correção do procedimento é muito grande.

A CIRURGIA
• Tanto a anestesia geral quanto a local são utilizadas, dependendo de cada caso.
• A internação é meio período até 24 a 36 horas, de acordo com a necessidade de cada caso.
• A duração fica entre 3 ou 4 horas.
• Os pontos são retirados entre 48 e 72 horas para a operação das pálpebras. Face, pescoço, couro cabeludo exigem de 8 a 12 dias para a retirada dos pontos.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Lavar os cabelos, na véspera da operação com produto próprio para os cabelos.
• Comunicar qualquer anormalidade que eventualmente ocorra quanto ao seu estado geral.
• Não fazer maquiagem no dia da internação.
• Na eventualidade de internar-se no mesmo dia da operação, vir “em jejum” e não trazer objetos de valor para o hospital.
• Evitar tomar aspirina, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.
• Evitar medicamentos não recomendados pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Evite molhar os curativos do couro cabeludo por 24 horas.
• Compressas com água fria sobre os olhos poderão ser úteis para diminuir o tempo de edema e proporcionar certo conforto pós-operatório.
• Alimentação livre, a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas (carnes, leite, ovo) e vitaminas (frutas).
• Usar óculos escuros na claridade e no vento.
• Evitar sol, vento e friagem, por 8 dias.
• Obedecer à prescrição médica.
• Voltar ao consultório para curativo no dia estipulado.
• Consultar seu cirurgião plástico sempre que necessitar maiores informações quanto à sua evolução pós-operatória.

LIFTING FRONTAL (suspensão da testa)

INDICAÇÃO
O lifting frontal é um procedimento de correção estética que objetiva melhorar a aparência envelhecida da testa, com redução das rugas da pele da região que abrange a testa e ao redor dos olhos, e com o reposicionamento das sobrancelhas. Atualmente, esse procedimento pode ser feito por endoscopia, utilizando pequenas incisões na região frontal, no couro cabeludo, próximas à linha de implantação do cabelo; ou através da tração por fios. Ambas deixam o paciente com aspecto mais jovial.

A CIRURGIA
• Utiliza-se a anestesia local, com sedação ou anestesia geral.
• A internação normalmente obedece ao período de 12 horas.
• Os pontos, quando existem, são retirados entre 7 e 15 dias.

CICATRIZAÇÃO
A cicatrização obedece ao período natural de maturação de seis meses, quando chega ao seu formato definitivo após esse tempo. Dependendo da técnica utilizada no procedimento, a cicatriz pode variar de tamanho, ambas pequenas e escondidas o couro cabeludo; elas são mínimas, quase imperceptíveis quando utilizada a técnica com fios para a suspensão, e com pouquíssimos centímetros quando utilizada o endoscópio.

RESULTADOS ESPERADOS
É possível que haja inchaço e roxidão leve no local do procedimento durante 2 a 3 semanas. Após 3 meses, o resultado já começa a ser percebido de maneira significativa e depois de 6 meses já são completamente visíveis.

RISCOS
Neste tipo de procedimento de correção estética as complicações são extremamente raras, as que podem citadas são: infecção, hematoma, assimetrias e lesão de nervos.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.
• Evitar medicamentos não recomendados pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Evitar esforços e movimentos exagerados que aumentem a pressão sanguínea.
• Seguir rigorosamente todas as recomendações médicas quanto à alimentação e medicamentos.
• Evitar exposição ao sol, especialmente na área operada, durante 30 dias.
• Obedecer a tempo de recuperação de pelo menos 2 semanas.

MENTOPLASTIA (cirurgia plástica no queixo)

INDICAÇÃO
A Mentoplastia é uma cirurgia plástica que corrige a desarmonia entre o queixo e a face em pacientes com queixo pequeno e retraído ou longo demais. Este procedimento promove de forma especifica o equilíbrio entre esses dois elementos entre si, além de, com a ajuda de outros procedimentos, melhorar a harmonia destes com todos os outros elementos da face, especialmente o nariz.
Na cirurgia, o queixo é remodelado através de implantes feitos de silicone ou de poliuretano para promover uma maior projeção, ou ainda, através do uso do próprio osso do mento do paciente, que pode ser avançado ou recuado conforme a necessidade.

A CIRURGIA
• Dependendo da extensão da cirurgia, utiliza-se tanto a anestesia localizada como a anestesia geral.
• A cirurgia dura por volta de 1 hora.
• O tempo de internação é normalmente de 12 horas.
• A recuperação se dá entre 7 e 10 dias.

CICATRIZAÇÃO
A cicatriz dependerá do tipo de cirurgia a ser realizada e escolhida pelo médico para cada paciente. Em caso de implantação de próteses de silicone, a cicatriz poderá ser feita por dentro da boca, ou seja, através do sulco labial inferior, ou então, por uma pequena incisão na parte de baixo do queixo, que fica bastante disfarçada.

RESULTADOS ESPERADOS
O resultado deste tipo de cirurgia é animador, pois através do equilíbrio das formas da face, melhora a autoestima do paciente e ajuda a melhorar a sua capacidade respiratória e, em atividades fundamentais do ser humano como comer e falar. A fisionomia da face será mais harmônica.

RISCOS
As complicações são raras, mas podem ocorrer; as mais comuns são: hematoma, má cicatrização das incisões, infecção, cicatrização irregular dos tecidos, incluindo contratura cicatricial, riscos anestésicos, etc.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.
• Evitar medicamentos não recomendados pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Seguir rigorosamente todas as recomendações médicas quanto à alimentação e medicamentos.
• Escovar os dentes cuidadosamente com escova macia.
• Evitar alimentos que exijam maior intensidade na mastigação nos primeiros dias
• Evitar sol e friagem no local.

MINILIFTING DE FACE (cirurgia de rejuvenescimento facial menos abrangente)

INDICAÇÃO
O Minilifting é uma cirurgia que tem como objetivo a retirada do excesso de pele da face, corrigindo sua flacidez, agindo ainda sobre as rugas estáticas e dando melhor contorno a região da face. Seu objetivo maior é o rejuvenescimento do paciente. Este procedimento somente é indicado em casos de flacidez com excesso de pele na face e rugas nos graus leve e moderado, outros tipos de correção estética serão indicados quando esses graus aumentam de nível.

A CIRURGIA
• Utiliza-se tanto a anestesia local, com sedação, quanto a geral.
• A internação normalmente obedece ao período de 12 a 24 horas.
• A cirurgia demora aproximadamente 2 horas.
• Os pontos são removidos de 7 a 15 dias.

CICATRIZAÇÃO
A cicatrização neste tipo de cirurgia é gradual e lenta, mas o resultado é animador. As cicatrizes não são nada perceptíveis, ficando escondidas próximas das orelhas e podem ser disfarçadas no couro cabeludo.

RESULTADOS ESPERADOS
Apesar da possível ocorrência de algum inchaço leve durante algum tempo, os resultados finais do Minilifting satisfazem o paciente. No segundo mês, já se pode notar grandes mudanças provocadas pelo procedimento cirúrgico, mas somente no sexto mês as diferenças serão mais bem percebidas.

É importante lembrar que o procedimento retarda, mas não interrompe o processo do envelhecimento, o visual mais jovial poderá ser alcançado, mas a ação natural do tempo continuará a existir.

RISCOS
Os riscos nessa cirurgia são raros, ocasionalmente ocorrem, podendo ser minimizadas pela atuação de um médico especialista com experiência. As complicações mais comuns são: como hematoma, cicatriz hipertrófica ou queloide, necrose (mais comum em fumantes), infecção, etc.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia.
• Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Parar de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Evitar exposição solar intensa antes de cirurgia.
• Realizar todos os exames requeridos pelo médico.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Utilizar compressas com água frias para diminuir o tempo de edema/inchaço.
• Seguir rigorosamente todas as recomendações médicas quanto à alimentação e medicamentos.
• Evitar molhar os curativos do couro cabeludo por 24 horas.
• Evitar exposição ao sol, vento e friagem por 8 dias.
• Iniciar drenagens linfáticas na face depois do 3º ou 4º dia de cirurgia.

OTOPLASTIA (cirurgia para orelha de abano)

INDICAÇÃO
Indicada para corrigir problemas estéticos referentes ao tamanho das orelhas ou quanto a sua projeção para fora com relação ao crânio. A idade ideal para a realização desta cirurgia é após os 6 anos, quando a orelha está completamente formada e com tamanho definitivo. É realizada totalmente por trás da orelha, sem cicatrizes visíveis. É muito procurada tanto por adultos quanto por crianças, pois tem uma recompensa psicológica satisfatória.

CICATRIZAÇÃO
A cicatriz desta cirurgia de correção estética é quase que totalmente invisível, já que se localiza atrás da orelha, na parte em que se encontra com o crânio. Além do mais, como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar quase imperceptível.

A CIRURGIA
• Crianças: anestesia geral, às vezes local com sedação para crianças mais velhas.
• Adultos: anestesia local com ou sem sedação (a critério).
• A internação é de aproximadamente 6 horas para adultos e 12 ou 24 horas para crianças submetidas à anestesia geral.
• A duração é fica entre 90 a 120 minutos.

RESULTADOS ESPERADOS
Assim que retirado o curativo, em torno do oitavo dia após a operação, 80 % do resultado esperado já visível. Após 12 semanas, depois que o inchaço no local desaparece completamente, o resultado já é definitivo.

RISCOS
Toda e qualquer cirurgia tem um risco pequeno, não calculado, inesperado. Mas com profissionais qualificados a chance de isso ocorrer é diminuta.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar ao médico qualquer alteração de saúde.
• Obedecer ao horário estabelecido para internação.
• Manter-se em jejum por um período de 8 a 12 horas antes.
• Lavar os cabelos na véspera.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Evitar sol, friagem, vento e traumatismos locais por um período de 10 dias.
• Comparecer ao consultório para controle pós-operatório, nos dias indicados pela enfermeira.
• Obedecer à prescrição médica.
• Poderá retornar às atividades escolares, profissionais, etc. entre 4 a 5 dias após a cirurgia, porém sem praticar esforços físicos por 2 semanas.
• Alimentação livre.

RINOPLASTIA (cirurgia do nariz)

INDICAÇÃO
Indicada para corrigir insatisfações estéticas, irregularidades ou melhorar aspectos funcionais relacionadas ao nariz.
Foi um procedimento que evoluiu muito nos últimos anos, a Rinoplastia atualmente tem resultados bem visíveis e satisfatórios, modificando o contorno da face do paciente e preservando elementos anatômicos naturais do nariz.
Não se pode “escolher um nariz” previamente para ser modelado no rosto do paciente, o médico especializado decidirá pelo bom senso e equilíbrio entre o nariz e a face, preservando a naturalidade e autenticidade de ambos.

CICATRIZAÇÃO
Atualmente esta cirurgia é realizada através de duas técnicas:
A) pela Técnica Fechada, que não deixa cicatrizes e é realizada por incisões por dentro do nariz;
B) pela Técnica Aberta, que é realizada realizando-se uma incisão em columela nasal e após descolamentos tem-se uma visão direta das estruturas nasais que necessitam intervenção, a cicatriz é quase imperceptível, pois os vestígios do procedimento ficam escondidos.
Em alguns casos específicos, quando as asas nasais são tratadas, existem duas pequenas cicatrizes nos sulcos entre as asas e a face que, com o passar do tempo, vão sumindo.

RESULTADOS ESPERADOS
O resultado desta cirurgia é definitivo, não importando o objetivo do procedimento. Além de resolver insatisfações estéticas, a rinoplastia pode melhorar a capacidade de respiração do paciente que sofre de desvio do septo. A evolução dos resultados acontece da seguinte forma: logo após a retirada do gesso, por volta do 7º dia, um inchaço é percebido, a correção de alguns defeitos estéticos, porém, já podem ser notados. O edema diminui com o passar do tempo, após o sexto mês, ou até antes os resultados já serão definitivos.

RISCOS
As complicações são raras, especialmente quando a cirurgia é feita por profissionais qualificados. Mas caso ocorra algum imprevisto, correções posteriores são possíveis. Quaisquer dúvidas a respeito de uma possível complicação pós-operatória devem ser esclarecidas pelo seu médico.

A CIRURGIA
• A anestesia geral é a mais recomendada.
• A internação fica entre 12 e 24 horas.
• A duração varia entre 1 a 3 horas dependendo da complexidade do caso.
• Após terminada a cirurgia, o nariz é mantido imobilizado com curativo plástico rígido (Aquaplast), tipo gesso, que o recobre totalmente. Esse tipo de curativo permanece por 7 a 14 dias sendo retirado no consultório. Essa imobilização é importante para a 1ª fase da modelagem do nariz.

CUIDADOS NO PRÉ-OPERATÓRIO:
• Comunicar ao médico qualquer alteração de saúde até dois dias antes da cirurgia, principalmente se afetarem a boca, o nariz ou a garganta.
• Evitar tomar aspirina, anticoncepcionais, hormônios de reposição, fórmulas para emagrecimento e medicamentos naturais, pelo menos 15 a 30 dias antes da cirurgia, pois podem aumentar o sangramento durante o ato operatório.
• Para de fumar pelo menos duas semanas antes e até duas semanas após a cirurgia.
• Evitar bebidas alcoólicas ou refeições pesadas na véspera da cirurgia.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:
• Evitar sol, vento ou friagem nos três primeiros dias.
• Trocar o curativo externo, chamado de “bigode”, tantas vezes quanto necessário.
• Cuidados especiais para com o gesso: não traumatizar o curativo, evitar a umidade ou a tentação de “retirá-lo para ver como ficou o nariz”.
• Obedecer à prescrição médica.
• Voltar ao consultório p/curativo, no dia e hora indicados.
• Evitar sol de praia no período de 30 até 45 dias. Poderá, entretanto, expor-se ao sol ocasional de rua a partir do 20º dia.
• Não usar óculos até que seja autorizado.